Longevidade e saúde: Bagas de GOJI- Um presente dos Deuses

7 10 2009

Bagas de Goji

 

 

Um ditado tibetano diz “um punhado pela manhã fa-la-á feliz para o resto do dia
É uma verdadeira loucura a procura que se verifica desde há um par de anos nos EUA e no Canadá de um pequeno fruto oriundo dos Himalaias e para cuja divulgação contribuíram decisivamente o facto de famosos como Oprah Winfrey, Madona,  Kate Moss, Mick Jagger, Brooke Shields, Steven Seagal, Liz Hurley, e outros as consumirem regularmente, como parte dos seus programas de rejuvenescimento e as recomendarem. Essa febre chegou entretanto à Europa, onde a procura das pequenas bagas de goji já frenética, quer pelas importantes promessas que consigo traz quer devido à sua própria escassez.
Mas afinal qual é o segredo com mais de 3000 anos que encerram esses atractivos frutos vermelhos?
O que é o Goji?

O Goji dá pelo nome científico de Lycium barbarum L., pertence à família das solanáceas e é oriundo dos himalaias, onde é colhida de Julho a Setembro. Tem a aparência de um pequeno tomate-morango, de cor vermelha viva que, segundo a tradição tibetana, é extremamente sensível e delicado pelo que não deve ser tocada pela mão humana, pois quando isso acontece ela transforma a sua cor vermelho-vivo numa outra mais escura, quase negra e perde qualidades. Daí que a sua colheita se faça sacudindo os ramos do Goji e recolhendo o fruto em malhas de bambu, sendo de seguidas as bagas transportadas, lavadas e postas a secar à sombra e posteriormente envasadas, isso sim, sem nunca serem tocadas pela mão humana.  O seu sabor único é uma mistura entre noz-suave, tomate-morango frutado, amoras e a cerejas, libertando um particular aroma à fresca fragrância de nozes tostadas.
Porque é que as bagas de goji têm despertado um interesse tão avassalador nos consumidores ocidentais e na comunidade científica?
Além da sua milenar reputação na Ásia, e em concreto no Tibete, na China e na Índia, de extraordinária planta medicinal, o Goji despertou, também, o interesse da ciência ocidental pela sua riqueza nutritiva e antioxidante que deixa a milhas de distância os outros alimentos conhecidos. Na verdade, segundo esses estudos apontam, as Bagas de Goji, são talvez a fruta de maior riqueza nutritiva conhecida. Essa riqueza nutritiva traduz-se em:
Proteínas

As bagas de goji contém 18 tipos de aminoácidos (13gr por cada 100gr de fruto seco, isto é, seis vezes superior ao pólen da abelha e com mais proteína que a generalidade dos cereais integrais), incluindo todos os 8 aminoácidos essenciais, sendo por isso óptimo para vegetarianos.
Minerais
As bagas de Goji contêm também mais de 21 oligoelementos, incluindo o germânio (mineral anti-cancerígeno).

Antioxidantes e vitaminas

Goji niveis de antioxidantesAs bagas de Goji estão entre as mais elevadas fontes de carotenoides de todos os alimentos ou plantas comuns conhecidos na Terra. Contêm o espectro completo de carotenoides anti-oxidantes, incluindo o betacaroteno (melhor fonte do que a cenoura), zeaxantina e a luteína (os grandes protectores da vista). As bagas de Goji contêm 500 vezes a quantidade de vitamina C das laranjas, fazendo com que seja uma das fontes de vitamina C mais rica da Terra. São ricas, ainda, em vitaminas B1, B2, B6 e vitamina E. Os gojis maduros contêm betasisterol (um agente anti-inflamatório, baixa o colesterol, trata a impotência sexual e também ajuda no tratamento da hipertensão), sesquiterpenoides como a ciperona (regula a pressão arterial, alivia o desconforto menstrual, usada no tratamento do cancro do colo do útero) e solavetivona (que contêm propriedades anti-bacterianas e anti-fúngicas), tetraterpenoides e betaína (úteis para melhorar o funcionamento do fígado, promovendo a digestão e reputadas substâncias para promover a memória e proteger o ADN) e fisalina (substância activa contra todos os tipos de leucemia). As bagas de Goji contêm, também, uma excelente riqueza em fibras. Um polissacarídeo encontrado nas bagas de goji, demonstrou-se ser um poderoso estimulante da secreção da rejuvenescedora hormona do crescimento.
As bagas de Goji (Goji Berries em Inglês) foram avaliadas como o alimento com a capacidade anti-oxidante mais elevada na escala da ORAC (Oxygen Radical Absorvance Capacity), espantosamente, com 25.300 unidades ORAC.
Recordemos que as amoras e os mirtilos, exelentes anti-oxidantes apresentam, respectivamente, 2.036 e 2.400.
Ómegas 3 e 6
As bagas de goji são também muito ricas em ácidos gordos essenciais

Quais são os benefícios das bagas de Goji?

Protege o corpo do envelhecimento e aumenta a longevidade (conhecido como a fruta da longevidade entre os Tibetanos).
Promove a energia e o bem-estar em geral.
Fortifica e mantêm o sistema imunitário saudável.
Defende e luta contra vários tipos de cancros.
Combate a inflamação e a artrite.
Baixa o colesterol.
Equilibra os níveis de pressão do sangue.
Reduz os níveis de glicose no sangue.
Melhora as cataratas, a visão turva e a audição.
Fortalece e suporta o funcionamento do fígado e dos rins.
Mantêm o sistema nervoso saudável.
Protege a pele dos danos causados pelo Sol.
Combate a formação de celulite.
Ajuda em dietas para perda de peso.
Aumenta a libido e o desempenho sexual (conhecido no oriente como o viagra natural).
Promove a fertilidade.

 

Nota: O Quental têm a sua disposição bagas de goji e não conhecemos mais nenhum outro sítio em Coimbra.  

Para adquirir bagas de gogi (ver loja online) ou visite-nos na rua Antero de Quental (Coimbra).  

Imperdível.

 





Chícharo uma leguminosa virtuosa em Alvaiázere

2 10 2008

Rissóis de chícharo

 Recheio 500g de chícharo, 500g de açúcar amarelo, um pau de canela, casca de limão. Massa 500g de farinha, uma chávena de vinho branco, meia chávena de gordura vegetal e meia chávena de água morna e sal. Coza o chícharo, tire a pele e passe pelo passe-vite. Num tacho, junte ao puré de chícharo o açúcar, a canela e a casca de limão. Vá mexendo, em lume brando, até formar ponto (cerca de dez minutos). Retire do tacho para um pirex pouco fundo e deixe arrefecer bem. Para a massa, junte muito bem todos os ingredientes e prepare uma massa elástica, mas não pegajosa. Estenda a massa em camadas finas, deite uma colher do recheio, cubra com outra camada e frite. Receita de Maria Lurdes Dias Miguel – Ansião  

Chícharos com Bacalhau Assado 

Cebola, azeite, ovos, chicharos, miolinhos de broa, bacalhau assado Na véspera dos chicharos serem cozinhados, são escolhidos para dentro de um alguidar e cobrem-se de água abundante e ficam de molho uma noite. Em seguida cozem-se como se fossem feijões, depois de cozidos deitam-se num prato com miolinhos de broa e cebola crua picada.
Baldeiam-se (misturam-se) e estão prontos a comer. In, Cozinhas das Avós.

Sopa de chícharos

Chícharos, Sal, Batatas, Azeite, Couve Na véspera, colocam-se os chícharos de molho. No próprio dia, numa panela com água e sal, põem-se a cozer os chicharos com batatas;quando estiverem quase cozidos, as couves e o azeite. Quando estiver quase cozido, rectifica-se de sal.  

Chícharada
1/2Kg de chícharos; 2 colheres de sopa de margarina, 2 cebolas, 1 dl de azeite, 6 dentes de alho, 700gr de carne entremeada, 600gr de pá de porco, 1 chouriço de carne, 1 ramo de salsa, 1 folha de louro, 1 farinheira, 1 morcela, sal, piripiri e cravinho q.b. Coloque o chicharo em água no dia anterior. Cozer em panela de pressão durante 20 minutos.
Picar a cebola e os alhos para um tacho e alourar com o azeite e margarina.
Retirar a pele grossa à carne entremeada e corte-a aos pedaços. Junte ao refogado assim como a pá de porco partida aos pedaços. Deixe a carne alourar. Junte o chouriço de carne e as cenouras, ambos cortados às rodelas. Adicione a salsa e o louro.
Regue com um copo de água e tempere com sal, piripiri e uma pitada de cravinho.
Tape e deixe cozer.
Quando a carne estiver tenra, junte o chicharo, mexa e deixe apurar.
À parte, coza uma farinheira e a morcela. Corte-os em rodelas e misture à chciharada depois de pronta. Acompanhe com arroz branco. Nota: Em vez de carnes pode utilizar os nossos produtos vegetarianos.

Pudim de Chícharo

200 g de chícharo demolhado de um dia para o outro; 500 g de açúcar amarelo; 50 g de manteiga; 8 gemas; claras; raspa de meio limão; açúcar para caramelizar a forma. Escorra os chícaros cozidos, depois de demolhados de um dia para o outro, e reduza a puré. Leve ao lume o açúcar com um pouco de água e deixe ferver até obter ponto de pérola. Junte o chícharo à calda do açúcar. Mexa bem. Bata as gemas com as claras e junte-as em fio ao puré de chícharo. Junte a manteiga e a raspa de limão. Leve de novo ao lume, mexendo sempre bem, até engrossar. Leve o preparado ao forno, em forma caramelizada e deixe cozer em banho-maria. Desenforme e deixe cozer em banho-maria. 

 





Receitas de chícharos

1 10 2008

18139794.jpg

Rissóis de chícharo

 Recheio 500g de chícharo, 500g de açúcar amarelo, um pau de canela, casca de limão. Massa 500g de farinha, uma chávena de vinho branco, meia chávena de gordura vegetal e meia chávena de água morna e sal. Coza o chícharo, tire a pele e passe pelo passe-vite. Num tacho, junte ao puré de chícharo o açúcar, a canela e a casca de limão. Vá mexendo, em lume brando, até formar ponto (cerca de dez minutos). Retire do tacho para um pirex pouco fundo e deixe arrefecer bem. Para a massa, junte muito bem todos os ingredientes e prepare uma massa elástica, mas não pegajosa. Estenda a massa em camadas finas, deite uma colher do recheio, cubra com outra camada e frite. Receita de Maria Lurdes Dias Miguel – Ansião  

Chícharos com Bacalhau Assado 

Cebola, azeite, ovos, chicharos, miolinhos de broa, bacalhau assado Na véspera dos chicharos serem cozinhados, são escolhidos para dentro de um alguidar e cobrem-se de água abundante e ficam de molho uma noite. Em seguida cozem-se como se fossem feijões, depois de cozidos deitam-se num prato com miolinhos de broa e cebola crua picada.
Baldeiam-se (misturam-se) e estão prontos a comer. In, Cozinhas das Avós.

Sopa de chícharos

Chícharos, Sal, Batatas, Azeite, Couve Na véspera, colocam-se os chícharos de molho. No próprio dia, numa panela com água e sal, põem-se a cozer os chicharos com batatas;quando estiverem quase cozidos, as couves e o azeite. Quando estiver quase cozido, rectifica-se de sal.  

Chícharada
1/2Kg de chícharos; 2 colheres de sopa de margarina, 2 cebolas, 1 dl de azeite, 6 dentes de alho, 700gr de carne entremeada, 600gr de pá de porco, 1 chouriço de carne, 1 ramo de salsa, 1 folha de louro, 1 farinheira, 1 morcela, sal, piripiri e cravinho q.b. Coloque o chicharo em água no dia anterior. Cozer em panela de pressão durante 20 minutos.
Picar a cebola e os alhos para um tacho e alourar com o azeite e margarina.
Retirar a pele grossa à carne entremeada e corte-a aos pedaços. Junte ao refogado assim como a pá de porco partida aos pedaços. Deixe a carne alourar. Junte o chouriço de carne e as cenouras, ambos cortados às rodelas. Adicione a salsa e o louro.
Regue com um copo de água e tempere com sal, piripiri e uma pitada de cravinho.
Tape e deixe cozer.
Quando a carne estiver tenra, junte o chicharo, mexa e deixe apurar.
À parte, coza uma farinheira e a morcela. Corte-os em rodelas e misture à chciharada depois de pronta. Acompanhe com arroz branco. Nota: Em vez de carnes pode utilizar os nossos produtos vegetarianos.

Pudim de Chícharo

200 g de chícharo demolhado de um dia para o outro; 500 g de açúcar amarelo; 50 g de manteiga; 8 gemas; claras; raspa de meio limão; açúcar para caramelizar a forma. Escorra os chícaros cozidos, depois de demolhados de um dia para o outro, e reduza a puré. Leve ao lume o açúcar com um pouco de água e deixe ferver até obter ponto de pérola. Junte o chícharo à calda do açúcar. Mexa bem. Bata as gemas com as claras e junte-as em fio ao puré de chícharo. Junte a manteiga e a raspa de limão. Leve de novo ao lume, mexendo sempre bem, até engrossar. Leve o preparado ao forno, em forma caramelizada e deixe cozer em banho-maria. Desenforme e deixe cozer em banho-maria.